sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Família Jackson teria desistido de indenização contra Murray

Conrad Murray foi condenado pela morte do cantor em novembro de 2011. Foto: APConrad Murray foi condenado pela morte do cantor em novembro de 2011

A família de Michael Jackson teria desistido da restituição que pediram pela morte do cantor, que aconteceu em 25 de junho de 2009. De acordo com o processo, Dr. Conrad Murray - acusado de matar Michael com uma dose letal de propofol - deveria pagar uma indenização de US$ 100 milhões. As informações são do Female First.
No entanto, agora que a licença médica de Murray foi revogada, os familiares do cantor teriam decidido deixar o pedido de lado. Conrad Murray foi sentenciado em novembro de 2009 pelo juiz Michael Pastor - da Corte Superior do condado de Los Angeles - a quatro anos de prisão por ser considerado o responsável direto pela morte do Rei do Pop, pena máxima que poderia receber, segundo as leis californianas.
Fonte: Terra

Nenhum comentário:

Postar um comentário